Salaam, Ça Va!

BEM VINDO aquele que vem colaborar. Discutir, propor, meter o nariz onde - por culpa minha - não foi chamado.

quinta-feira, 6 de março de 2008

30 dias que alabaram a América Latina?! (parte 3)

Eaê!!!

Por que 30 dias? Pelas contas certinhas, faz no máximo 15 dias que começou este volteio todo por aqui. Eu pus este título faz referência a uma obra literária chamada Dez Dias que Abalaram o Mundo, de John Reed, que fala basicamente sobre o início da Revolução Russa de 1917. Era uma resposta intelectual a um problema que assolava (teoricamente) a Rússia Czarista: o grande abismo que existe entre os ricos e os probres. O que junta Fidel, Che, Evo Morales, Lula e Hugo Chávez na mesma balança? Parece pegadinha né, mas não é. Todos eles tem o mesmo discurso, mas está realmente bastante longe da prática. Esquerdistas, trabalhistas, socialistas...vários -istas. Falando em Chávez, viram a presepada que aconteceu ao longo da semana?! Colômbia invade Equador; Equador fica irritado e a Venezuela atiça; Equador diz que só a OEA (Organização dos Estados Americanos) pode impedir uma guerra; a Venezuela atiça; Equador vem ao Brasil pra pedir uma intervenção e o Itamaraty representa uma carta na OEA; e a Venezuela atiça. A Carta é lida, dizendo basicamente que a Colômbia reconhece que INVADIU A SOBERANIA equatoriana. A Venezuela ficou caladinha. E ontem, dia 5 de março, toda a ameaça de guerra acaba.
O que não dá pra entender nesse meio todo é o que danado a Venezuela tava gritando tanto. Hugo Chávez diz que Alvaro Uribes (presidente colombiano) é um canalha mas depende da Colômbia para ter alimentos. Pega briga com todo mundo e mesmo assim não desfaz aliança nenhuma. E o tal do 'bolivarianismo'?! Socialismo bolivarianista?! Bolívar aparece MUITO ANTES do socialismo científico de Marx e Engels, como ELE pode ter uma teoria socialista?! É algo pra lá de tronxo, na falta de um termo mais polido. Chavito também é parte integrante deste abalo. O homem quase consegue mover uma guerra entre nanicos! E olhe, no território que eles estavam querendo, uma guerra é bastante cara. De onde ia sair esse dinheiro? Sei que a Colômbia é financiada pelos EUA...mas ia pegar muito mal pro findando governo Bush uma guerra dessas. Pega pior em ano de corrida eleitoral. Pior ainda com a bronca do Iraque nas costas. E, olhe, pelo que Rafael Correa (presidente do Equador) exibiu, ia ser um conflito bem rápido. 3.500 homens foram mobilizados para fronteira (cabe mais gente nos Aflitos)! Nossa, que conflitão. Mas hoje temos outros capítulo...depois da carta, lida ontem na OEA, o presidente equatoriano ainda quer uma condenação internacional clara da Colômbia. Isso tá lembrando um bocado aquelas brigas de Chaves, lembram?! Muito esparro, quedas, bofetões mas TUDO encenado! Não rolava nem uma gota de sangue. Nem um ketchup. Mas ficava tão bonitinho na tela...




2 comentários:

_Fo|\|tes_ disse...

Bixo, eu até entendo que esse lance de soberania territorial eh um treco importante, tipo, se a turma se deixa invadir aki, no dia seguinte tem um puaxadinho armado. E é tipo o efeito sem terra, hj tem um sem terra, amanha tem uns quinhentos e isso vai aumentando em progressão geometrica. Blza, mas, levando em conta q essa danada das FARC eh um movimento ilegal e prejudicial (apesar da insistencia do Chaves em transforma-los em movimento insurgente) porque a turma não se dá as maos e detonam logo essa milicia? ao inves de ficar criando caso, tipo.. aceitavam o pedido de desculpas e reconheciam q foi uma coisa boa pra todos a açao, alias pq ninguem ficou puto com o fato de as FARC terem invadido o territorio vizinho e deixaram pra ficar putos qndo o "mocinho" foi atrás?

Anônimo disse...

Grande Albino! show de bola os seus comentários, mas como eu gosto de falar então ai vai: Che e Fidel são humanos, por isso tiveram grandes momentos errôneos em suas vidas(e como!), como também momentos de grande coragem, pois derrubar um regime e bater de barriga com os EUA, digamos que não é qualquer um que possui esses talentos( ou bons ou ruins, dependendo do ponto de vista). Não sou grande fã deles como pessoas, mas uma coisa eu não posso negar: eles fizeram e aconteceram... por isso merecem créditos por serem lembrados, acho até exagero como mártires, mas como pessoas com fortes ideais que conseguiram mover toda uma sociedade( a favor e/ou contra).
Posso até estar enganada, pois quem sou eu para dizer isso, mas acho que esse governo com Raul Castro não durará mais do que 10 anos(se não antes disso), pois os EUA tinham mais receio do "velho" Fidel do que da própria Cuba em si. Será que daqui a alguns anos não teremos outro motivo de invasão por armas nucleares em Cuba? Quem é que vai saber o que pensam nossos "americans brothers"?!
Se cuida, beijos.
(pré-vestibular tarde BJ)